Nome de Sa-Ré

Nome de Sa-Ré em hieroglifos é
G39 N5
 
Ca1 SPACE Ca2
Nome de Sa-Ré de Tutmés III, em Karnak.

O Nome de Sa-Ré (também Nome de Nascimento ou Nome do Filho de Ré) era um dos nomes, ou títulos, que o faraó possuía. A palavra Sa-Ré, representada pelo pato e pelo Sol, conforme imagem ao lado, significa O Filho de Ré e representava que o detentor desse título, o faraó, era descendente do deus.

Este nome, ou título do faraó ficou conhecido assim por sempre vir, dentro do cartucho, depois da palavra Sa-Ré, ou seja, sempre fazendo a frase "...o Filho de Ré, faraó-tal".

História

Neferirkara-Kakai, faraó da V dinastia, adicionou essa nova titulatura escrevendo dentro de um cartucho seu nome de nascimento precedido pelos hieróglifos de Sa-Ré, o filho de Ré.

O príncipe, antes da anscensão ao trono somente possuía seu nome de nascimento. Porém, no momento de sua coroação este mesmo nome se transformava em um novo título, o nome de Sa-Ré, escrevendo-o dentro de um cartucho e adicionando o Sa-Ré, legitimando assim a sua procedência divina pela qual o faraó governa o Egito como um herdeiro legítimo dos deuses sobre a Terra.

Desde a V dinastia o nome de Sa-Ré foi um dos títulos mais utilizados nas inscrições junto com o Nome de Nesut-Bity e o Nome de Hórus.

Desde o Império Médio as dinastias XI VXII os faraós recebiam 5 títulos. Eram os seguintes: Nome de Hórus, Nome de Hórus de Ouro, Nome de Nebti, Nome de Nesut-biti e Nome de Sa-Ré.

En otros idiomas
asturianu: Nome de Sa-Ra
azərbaycanca: Şəxsi ad (firon)
brezhoneg: Anv Sa-Rê
català: Nom de Sa-Ra
čeština: Syn Reův
Esperanto: Filo de Reo
español: Nombre de Sa-Ra
euskara: Sa-Ra izena
français: Nom de Sa-Rê
Nederlands: Sa-Re-naam
occitan: Nom de Sa-Ra
slovenčina: Réov syn