Nobel de Física

  • prêmio nobel da física
    descrição contribuições extraordinárias para a humanidade na física
    data 10 de dezembro de 1901
    apresentação academia real das ciências da suécia
    local estocolmo
    país suécia
    primeira cerimónia 1901
    Última cerimónia 2019
    detentor james peebles, michel mayor e didier queloz[1]
    sítio oficial

    o nobel de física é uma condecoração criada pela fundação nobel, de grande relevância desde sua criação, obedecendo a vontade do químico alfred nobel, expressa em seu testamento. É um prêmio atribuído anualmente, em outubro, pelos membros da academia real das ciências da suécia, a eminentes pesquisadores que se tenham destacado na produção de conhecimentos inovadores no domínio da física. a medalha e o diploma da fundação são oficialmente entregues pelo rei da suécia, a 10 de dezembro, dia do aniversário da morte do criador do prêmio.

    john bardeen é o único premiado por duas vezes, em 1956 e 1972. william lawrence bragg é o mais jovem laureado, ganhando o prêmio em 1915 com 25 anos na época.[2] três mulheres já foram laureadas com o prêmio, marie curie (1903) , maria goeppert-mayer (1963) e donna strickland (2018).[3]

  • ver também
  • bibliografia
  • ligações externas

Prêmio Nobel da Física
Descrição Contribuições extraordinárias para a humanidade na física
Data 10 de dezembro de 1901
Apresentação Academia Real das Ciências da Suécia
Local Estocolmo
País Suécia
Primeira cerimónia 1901
Última cerimónia 2019
Detentor James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz[1]
Sítio oficial

O Nobel de Física é uma condecoração criada pela Fundação Nobel, de grande relevância desde sua criação, obedecendo a vontade do químico Alfred Nobel, expressa em seu testamento. É um prêmio atribuído anualmente, em outubro, pelos membros da Academia Real das Ciências da Suécia, a eminentes pesquisadores que se tenham destacado na produção de conhecimentos inovadores no domínio da física. A medalha e o diploma da fundação são oficialmente entregues pelo rei da Suécia, a 10 de dezembro, dia do aniversário da morte do criador do prêmio.

John Bardeen é o único premiado por duas vezes, em 1956 e 1972. William Lawrence Bragg é o mais jovem laureado, ganhando o prêmio em 1915 com 25 anos na época.[2] Três mulheres já foram laureadas com o prêmio, Marie Curie (1903) , Maria Goeppert-Mayer (1963) e Donna Strickland (2018).[3]

Alfred Nobel, em sua última vontade e testamento, afirmou que sua riqueza seria usada para criar uma série de prêmios para aqueles que conferem o "maior benefício à humanidade" nos campos da física, da química, da paz, fisiologia ou medicina e literatura.[4] Embora Nobel tenha escrito vários testamentos durante sua vida, o último foi escrito um ano antes de sua morte e foi assinado no Clube Sueco-Norueguês em Paris em 27 de novembro de 1895.[5][6]

En otros idiomas
беларуская (тарашкевіца)‎: Нобэлеўская прэмія ў галіне фізыкі
Bahasa Indonesia: Penghargaan Nobel Fisika
Lëtzebuergesch: Nobelpräis fir Physik
Plattdüütsch: Nobelpries för Physik
norsk nynorsk: Nobelprisen i fysikk
srpskohrvatski / српскохрватски: Nobelova nagrada za fiziku
oʻzbekcha/ўзбекча: Fizika boʻyicha Nobel mukofoti
Tiếng Việt: Giải Nobel Vật lý