Fígado gorduroso

Fígado gorduroso
Tomografia computadorizada de abdômen com fígado gorduroso.
Especialidadegastroenterologia
Classificação e recursos externos
CID-1070, 76.0
CID-9571.0, 571.8
OMIM228100
DiseasesDB18844
eMedicinemed/775
MeSHD005234, D005235, D005235
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Fígado gorduroso, também conhecido como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa é uma condição reversível na qual grandes quantidades de triglicéridos(um tipo comum de gordura) acumulam anormalmente nas células do fígado (hepatócito) formando grandes vesículas (vacúolos). Esse processo de acumulação de gordura nas células é denominado cientificamente como esteatose e pode evoluir para quadros graves de cirrose e insuficiência hepática. A prevalência na população geral varia entre 10 e 33% dependendo do país, aumentando para 75% em obesos e 90% em alcoolistas (consumo de 2 ou mais copos por dia).[1]

O fígado é um órgão de primordial importância, sendo a principal unidade de fabricação de proteínas sanguíneas, metabolismo de toxinas e medicamentos, produção de linfa e um dos responsáveis pela transformação das proteínas, dos açúcares e das gorduras que ingerimos.

Classificação

Apesar de ter diversas causas, frequentemente está associado ao alcoolismo, distúrbios metabólicos e a obesidade (com ou sem efeitos da resistência à insulina). Como cerca de 90% dos alcoolistas desenvolvem esse transtorno, e respondem por um grande número de casos, costuma-se dividir os casos de fígado gorduroso como esteatose hepática associada ao álcool e esteatose hepática não-associada ao álcool. Dentre os obesos, 75% desenvolvem a esteatose hepática não-associada ao álcool. [1]

En otros idiomas
العربية: كبد دهني
čeština: Steatóza jater
Deutsch: Fettleber
English: Fatty liver
فارسی: کبد چرب
suomi: Rasvamaksa
日本語: 脂肪肝
한국어: 지방간
Nederlands: Leververvetting
svenska: Fettlever
Tiếng Việt: Gan nhiễm mỡ
中文: 脂肪肝